Archive for the ‘737-300’ Category

Flex voa hoje…

29/03/2008

A companhia aérea Flex (antiga Varig – Viação Riograndense) realiza hoje 29/03/08 seu vôo inaugural entre o Rio de Janeiro e Salvador, partindo às 10h e chegando no Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães, às 12h. Entre os convidados deste primeiro vôo estarão o várias autoridades.
Depois da chegada do único da frota, o Boeing 737-300, os 130 passageiros seguem para um almoço no Gran Stella Maris Resort. A volta para o Rio está marcada para as 16h.
A Bahiatursa prepara um receptivo especial com baianas, fitas do Bonfim e camisetas Viver Bahia. O secretário de Turismo, Domingos Leonelli discutirá, durante o almoço, a possibilidade de ampliação de vôos. Inicialmente a linha será feita através de vôos fretados, com possibilidade de regularização.
O representante da Flex, Jorge Pinto, diz que a empresa já encomendou oito aviões, modelo Boeing 737-300 com capacidade para 136 pessoas, e espera recebê-los até dezembro.

Anúncios

Japão pede revisão da segurança de seus Boeing 737

27/03/2008

O Japão pediu para quatro companhias aéreas inspecionarem as medidas de segurança de todos os aviões Boeing das séries 737-300 e 737-500 antes de 6 de julho.
A decisão do Ministério da Terra, Infra-estrutura e Transporte foi motivada por um alerta emitido pela Administração da Aviação dos Estados Unidos na qual pede a inspeção desses aviões.
Em agosto do ano passado, um Boeing 737 da China Airlines se incendiou no aeroporto de Naha (Okinawa). Acredita-se que a causa seja uma peça que se soltou e provocou vazamento de combustível.
O governo japonês pediu às quatro companhias locais para que examinem m detalhes seus aviões.

As companhias envolvidas são Air Nippon, Japan Transocean, Skynet Asia Airways e Hokkaido International Airlines, que no total, possuem 32 Boeing 737-400 e 25 modelos 737-500.

Fonte: EFE

O dia em que um 737 atolou.

19/02/2008

No dia 25 de Fevereiro de 2002, um avião Boeing 737-300 da empresa BRA que faria um vôo inaugural São Paulo-Caruaru-São Paulo, por volta das 11h, não conseguiu decolar de Pernambuco.
A aeronave, que saiu de São Paulo, fez uma escala em Aracaju, pousou em Caruaru e voltaria a São Paulo com uma escala em Recife, mas atolou no asfalto do pátio de manobras do aeroporto Oscar Laranjeira, em Caruaru, Pernambuco.
O avião afundou cerca de 15 centímetros no asfalto. O vôo 9551 da BRA Transportes Aéreos transportava 136 passageiros e seis tripulantes.
Os passageiros foram levados de ônibus até o aeroporto de Recife e lá embarcaram em outra aeronave da companhia para São Paulo.

Esta não é a primeira vez que o incidente ocorre no aeroporto de Caruaru. O mesmo já ocorreu com um Fokker 100 da TAM.
Moradores que foram ao aeroporto assistir à chegada do avião (cerca de 1.000), ficaram decepcionados com o encalhe do avião. Homens trabalham neste momento na tentativa de desatolar o boeing.
Antes do avião atolar, o prefeito de Caruaru, Tony Gel, disse em entrevista aos jornais que o aeroporto da cidade estava apto para receber uma grande demanda de aeronaves.

“O aeroporto está em condições de receber aviões de várias companhias, inclusive maiores que o Boeing 737-300”, falou.

Resultado?

Foram 4 anos para recobrir a pista, murar todo o aeroporto, instalar iluminação noturna e fazer um novo pátio de manobras. E quando tudo estava pronto. A BRA iniciou os vôos, que não duraram por muito tempo. Pois a Companhia fechou!!! E hoje, com quase 6 anos do incidente, o aeroporto está pronto e sem nenhum vôo nacional.

Acho que falta empenho do Governo do Estado para que Caruaru volte a ter vôos nacionais. Caruaru tem o maior pólo de confecção do nordeste, grande potencial em turismo de festas e muitas coisas bonitas de se ver.

Caruaru merece.