Archive for the ‘US Airways’ Category

Empresas aéreas dos EUA adotam novas cobranças

13/06/2008


Três das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos anunciaram novas medidas para diminuir custos, provocados especialmente pelo aumento nos preços do combustível. Entre as decisões estão a cobrança pelo check in de bagagem e por bebidas não-alcoólicas, a demissão de funcionários e o cancelamento de vôos.
A United Airlines, a segunda maior empresa aérea norte-americana, disse que passará a cobrar US$ 15 pelo check in da primeira bagagem em vôos domésticos, medida que já tinha sido anunciada no mês passado pela rival American Airlines, a maior empresa aérea do país.
Poucas horas após o anúncio da United, foi a vez de a US Airways afirmar que passará a cobrar pelo check in da primeira mala despachada, em um programa mais amplo, que envolve vôos domésticos e com destino ou saída do Canadá, da América Latina e do Caribe.
Além disso, a companhia disse que irá demitir 1.700 funcionários e devolver dez aeronaves. Segundo a US Airways, o preço do combustível aumentou mais de 90% nos últimos 12 meses e os gastos com o produto representam 39% do total -eram 14% em 2000. Ela estima que irá gastar US$ 1,9 bilhão a mais neste com combustível do que no ano passado.
Outra medida adotada pela US Airways é a cobrança pelo consumo de bebidas não-alcoólicas. Refrigerantes, sucos, água mineral e café serão vendidos a US$ 2, e o preço das bebidas alcóolicas aumentará de US$ 5 para US$ 7.
Já a Continental anunciou que deixará de voar para 15 cidades (6 delas no exterior) e diminuirá a freqüência dos vôos em 40 aeroportos. A empresa já tinha afirmado na semana passada que demitirá 3.000 trabalhadores e “aposentará” 67 aeronaves.
A United disse no início do mês que pretende cortar 1.100 funcionários. No final do mês passado, a United, a American e a Delta Airlines anunciaram aumento nos preços das passagens nos Estados Unidos.
As companhias de aviação podem perder mais de US$ 6,1 bilhões neste ano devido aos altos preços do petróleo, segundo a Iata (associação mundial que reúne as empresas aéreas).
Pelos cálculos dela, cada aumento de US$ 1 no preço do petróleo eleva em US$ 1,6 bilhão os custos das empresas.

Fonte: Folha

Pistola de Piloto dispara acidentalmente durante vôo nos EUA

25/03/2008
A pistola de um piloto da companhia aérea US Airways disparou acidentalmente durante um vôo de Denver (Colorado) a Charlotte (Carolina do Norte), quando o avião se preparava para pousar, sem que o incidente tenha deixado feridos.
O incidente aconteceu no sábado a bordo do vôo 1536 da US Airways, apesar de não ter causado risco aos 124 passageiros e à tripulação a bordo, disse Greg Alter, do Serviço de Agentes Federais Aéreos.
Um programa criado pelo governo americano após os atentados de 11 de setembro de 2001 permite que pilotos levem armas de fogo para poder se defender em caso de um seqüestro ou um ato de violência criminosa a bordo.
A Administração de Segurança no Transporte, em colaboração com o Serviço de Agentes Federais Aéreos, investiga como a pistola disparou, explicou Alter.
O porta-voz da Administração Federal de Aviação (FAA), Mike Fergus, disse que a agência também estuda se o avião foi danificado pelo incidente. Para isso, o avião não será usado pela US Airways e se encontra em perícia.


Fonte:
http://desastresaereosnews.blogspot.com/