Varig dobra participação no mercado doméstico, diz ANAC


Pouco mais de um ano após a sua aquisição pela Gol, a Varig ainda não dá resultados financeiros. Mas os dados comparativos do setor para o mês de abril, divulgados ontem pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), mostram os primeiros sinais de melhora operacional. A empresa quase dobrou sua participação de mercado, para 7,96%, ante 4,2% em março. Com essa recuperação da Varig, a participação do Grupo Gol sobe para 46,44% e praticamente encosta na líder TAM, que ficou com 47,12% do mercado doméstico no mês passado. A diferença, de 0,68%, é a menor da história. A OceanAir, que estava praticamente empatada com a Varig em março, perdeu 0,46 ponto porcentual, caindo para 3,32%.
O mercado doméstico como um todo registrou um crescimento bastante tímido, de 3,8% ante o mesmo mês do ano passado. Em março, o crescimento em relação ao mesmo mês do ano anterior havia sido de 13,7%. Essa desaceleração do mercado, de acordo com o presidente do Instituto Brasileiro de Estudos Estratégicos e de Políticas Públicas em Transporte Aéreo (Instituto Cepta), Respício do Espírito Santo Junior, explica a política agressiva de promoção das companhias. “Sem essas promoções, o crescimento poderia ter sido ainda menor”, afirma Respício. A Varig exibiu em abril a maior taxa de ocupação da indústria, excluindo as regionais. A empresa voou com 69% dos assentos ocupados, ante 43% em março. Considerando a mesma base de comparação, a ocupação da Gol subiu de 60% para 66%, enquanto a taxa de ocupação da TAM caiu de 69% para 66%.
Na avaliação da própria Varig, esse aumento da ocupação e conquista de mercado se deve à nova malha aérea, que entrou em vigor em 24 de março. “O bom desempenho está relacionado ao sucesso da nova malha aérea doméstica. Com ela, a Varig ganhou muito mais opções de vôos e horários para vários destinos”, afirmou, em nota divulgada ontem, o diretor-comercial da empresa, Lincoln Amano. A empresa aumentou a oferta de assentos com a substituição de aviões Boeing 737-300 por 737-700 e 800, maiores e mais eficientes.

INTERNACIONAL

Diferentemente do mercado doméstico, as viagens internacionais pelas companhias brasileiras registraram um crescimento bastante expressivo: 19,8%. A TAM aumentou sua participação em 3,6 pontos porcentuais em relação ao mês de março, alcançando 72,5%. A empresa foi a única que registrou aumento de capacidade no mercado internacional. Gol, Varig e OceanAir ofertaram menos assentos em abril e perderam participação. A Varig passou de 18,82% para 18,66% e a Gol caiu de 9,81% para 8,31%. A OceanAir despencou de 2,29% para 0,35%.

Fonte: Aero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: